FADOGIA Agrestis: Usos, efeitos colaterais, interações e avisos

F. Agrestis, Fadogia.

Fadogia agrestis é uma planta da Nigéria. A haste é usado para fazer medicina; As pessoas tomam Fadogia Agrestis para tratar ED (disfunção erétil, impotência), aumentar o desejo sexual, melhorar o desempenho atlético, e apoiar a construção do corpo. Fadogia agrestis também é utilizado para tratar a malária.

Fadogia agrestis está se tornando popular entre os atletas e corpo construtores como uma alternativa aos esteróides anabolizantes. Promotores apontam para pesquisas em animais que mostra Fadogia agrestis pode aumentar comportamentos sexuais e elevar o nível do hormônio masculino testosterona. Mas ninguém sabe se Fadogia agrestis tem estes efeitos em pessoas. No geral, não existe informação suficiente para saber como Fadogia agrestis pode funcionar para qualquer condição médica.

Provas suficientes fo; problemas de desempenho sexual em homens (disfunção erétil, ED, impotência); Malária; Aumentar o desejo sexual; Melhorar o desempenho atlético; a construção do corpo; Outras condições. São necessárias mais provas para avaliar a eficácia da Fadogia Agrestis para esses usos.

Não há informação suficiente disponível para saber se Fadogia agrestis é seguro ou o que os possíveis efeitos colaterais pode ser; Precauções Especiais e avisos: Gravidez e -feeding mama: Não há conhecimento suficiente sobre o uso de Fadogia Agrestis durante a gravidez e aleitamento -feeding. Ficar no lado seguro e evitar o uso.

Atualmente temos nenhuma informação para FADOGIA Agrestis Interações

A dose apropriada de Fadogia agrestis depende de vários factores, tais como a idade do usuário, saúde e várias outras condições. Neste momento não há informação científica suficiente para determinar uma gama adequada de doses para Fadogia agrestis. Tenha em mente que os produtos naturais não são necessariamente sempre seguro e dosagens podem ser importantes. Certifique-se de seguir as instruções pertinentes nos rótulos dos produtos e consulte o seu farmacêutico ou médico ou outro profissional de saúde antes de usar.

Referências

Sanon S, Ollivier E, Azas N, et al. levantamento etnobotânico e in vitro atividade antiplasmódica de plantas utilizadas na medicina tradicional no Burkina Faso. J Ethnopharmacol 200; 86: 143-7.

Yakubu MT, Akanji MA, Oladiji AT. potenciais afrodisíacas do extrato aquoso de Fadogia agrestis (Schweinf. Ex Hiern)-tronco em ratos albinos machos. Asian J Androl 200; 7: 399-404.

Medicamentos naturais base de dados detalhada versão do consumidor. veja Natural Medicines Comprehensive Database Professional Version. ÂTherapeutic Faculty Research de 2009.

Ex. Ginseng, Vitamina C, Depressão